lapeduh – ufpr

Início » 2016

Arquivo anual: 2016

Lançamento do livro #OcupaPR 2016: memórias de jovens estudantes

cartaz-1

 

No dia 15 de dezembro de 2016, o LAPEDUH – UFPR fará o lançamento do livro “#OcupaPR 2016: memórias de jovens estudantes”. A proposta do livro é homenagear os estudantes que resistiram e debateram a MP 746, realizar uma intervenção no debate do ponto de vista específico da disciplina História, registrar as repercussões da mídia nacional e internacional, assim como dar voz aos estudantes secundaristas no espaço da academia. O LAPEDUH presta assim uma homenagem, realiza uma intervenção e, também uma reunião de fontes que posteriormente poderão ser trabalhadas em aulas de História. (mais…)

PROGRAMA BILDUNG: CICLO DE HUMANIDADES – QUINTA EDIÇÃO 2016 : POIESIS

bildung-poiesis-v2-01Em sua Quinta Edição 2016, o Ciclo de Humanidades abordará o fenômeno da Arte e seus meios de Expressão Imagéticos. Ao longo de toda a tradição do pensamento ocidental tem-se discutido o papel e o lugar da Arte em meio ao árido terreno da especulação racional: Seria um modo de conhecimento? Tem validade objetiva? Estaria reduzida à mera subjetividade do gosto? Não obstante as inúmeras especulações passíveis de serem realizadas, o único elemento que podemos considerar certo é o fato da Expressão Artística constituir o veículo primordial de expressão daquilo que permanece inapreensível conceitualmente. (mais…)

Artigos para a REDUH – 9º seminário, demanda contínua e resenhas

Professoras e professores,

Se você apresentou seu trabalho no 9º seminário de educação histórica e perdeu o prazo para o envio do trabalho completo nos dossiês do seminário, você ainda pode mandar para a demanda contínua da revista.

Se você não participou dos nossos eventos, mas possui discussões na área da Educação Histórica, Didática da História, Teoria e Filosofia da História, sobretudo discussões e pesquisas que se referenciem nos conceitos de cultura e consciência histórica, mande seu artigo para a equipe do LAPEDUH. Estamos organizando a 12ª e 13ª edição da REDUH.

Atenção as NORMAS PARA PUBLICAÇÃO (acesse o template). 

Projeto do LAPEDUH em primeiro lugar no edital “Memórias Brasileiras: Conflitos Sociais”

Dia 14 de novembro foi publicado o resultado provisório do edital Memórias Brasileiras: Conflitos Sociais e o LAPEDUH sob a coordenação da professora Maria Auxiliadora Moreira dos Santos Schmidt ficou em primeiro lugar! Confira aqui o resultados

  • “Milhares de militares do exército, marinha e aeronáutica, aviões caças, helicópteros, pelo continente, navios fazendo ronda na costa oceânica, centenas de agricultores presos, alguns deles interrogados sob tortura, em um cenário de bombardeio com bombas incendiárias de napalm. Talvez essa descrição remeta a guerra do Vietnã, ou mesmo as imagens de filmes famosos como “Platoon” (filme dirigido por Oliver Stone, lançado em 1986). Porém, guardadas as proporções, essa atmosfera pode ser reconstruída a partir de um conflito que ocorreu no Brasil, na década de 1970. Trata-se da “Operação Registro”, efetivada sob coordenação do II exército brasileiro, na região do Vale do Ribeira, que fica a 200 quilômetros a leste de São Paulo e 290 quilômetros a noroeste de Curitiba.” (trecho do projeto contemplado)

A proposta  intitulada “Indígenas, quilombolas e napalm: uma história da guerrilha do Vale do Ribeira” , se relaciona ao levantamento histórico de elementos relacionados a “operação Registro” como um conflito efetivado no ano de 1970 na região do Vale do Ribeira, em plena Ditadura, em plena Guerra Fria, com a utilização de bombas de Napalm, em ataques e treinamentos de militares contra pouco mais de uma dezena de militantes contrários a ditadura civil-militar. Essa proposta pretende auxiliar no processo de desesquecimento, ao produzir materiais sobre a história desse conflito.

A equipe do LAPEDUH aguarda o resultado final para poder iniciar aos trabalhos. Depois da pesquisa haverá uma etapa relacionada a produção de materiais específicos para a utilização em relações de ensino e aprendizagem históricas.

 

 

Nota de repúdio a prisão de Euzébio Carvalho e estudantes da Universidade Estadual de Goiás

No dia 01 de novembro, a Universidade Estadual de Goiás, Campus Cora Coralina, Cidade de Goiás, foi ocupada, por volta das 22:30, por seus estudantes em manifestação contra a PEC 241, agora chamada, no Senado, PEC 55.

Segundo o relato de uma aluna que estava ocupando a unidade, a Polícia Militar chegou à ocupação, durante a realização da primeira Assembleia de organização. O professor Euzebio Carvalho, professor da unidade e presidente da Associação Nacional de História-seção Goiás, perguntou aos alunos se eles gostariam que ele ficasse na unidade em apoio aos estudantes.

Os estudantes, sentindo-se mais protegidos com sua presença, disseram que sim, e o professor permaneceu no local acompanhando a manifestação dos estudantes. A Polícia Militar, então, invadiu o local, arrebentando o cadeado, e afirmou que os alunos e professores seriam levados à delegacia. Liberados por volta das 03h do dia 02 de novembro sem saberem que tipo de crime teriam cometido.

Nós, do Laboratório de Pesquisa em Educação Histórica da Universidade Federal do Paraná (LAPEDUH – UFPR) repudiamos a ação da polícia militar do estado de Goiás. O professor Euzébio e seus alunos estavam exercendo um direito constitucional e ao arrepio da lei foram detidos.

Em tempos de arbitrariedades é preciso toda forma de solidariedade para que não nos tirem direitos!

#todoapoioasocupações

#foraPEC241(PEC 55)

#foraMP746